Retomada segura: cuidados com colaboradores, clientes e fornecedores


   
Comunicação CDL Macapá  


O setor de comércio e serviços tem grande responsabilidade social no que tange aos cuidados que diminuam as chances de contágio da Covid-19. Para isso, há uma série de atitudes que estabelecimentos comerciais podem tomar para cuidar da saúde de seus colaboradores, clientes e fornecedores. Confira!


COLABORADORES

1. Crie e divulgue protocolos para identificação e encaminhamento de trabalhadores com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus antes de ingressar no ambiente de trabalho. O protocolo deve incluir o acompanhamento da sintomatologia dos trabalhadores no acesso e durante as atividades nas dependências das empresas;

2. Institua mecanismos e procedimentos para que os trabalhadores possam reportar aos empregadores se estiverem doentes ou experimentando sintomas;

3. Oriente todos trabalhadores sobre prevenção de contágio pelo coronavírus (Covid-19) e a forma correta de higienização das mãos e demais medidas de prevenção;

4. Mapeie os meios utilizados pelos colaboradores para chegar na empresa e orientar quais os cuidados que devem tomar

os que utilizam transporte público, tanto na ida quanto no retorno para casa;

5. Oriente que os colaboradores devem vestir o uniforme, ou roupa de trabalho, somente no local de trabalho. Uniformes, EPIs e máscaras não devem ser compartilhados;

6. As pessoas do grupo de risco e acima de 60 anos, assim como pessoas que residem com pessoas do grupo de risco não devem exercer atividades de contato com o público direto;

7. Adote procedimentos contínuos de higienização das mãos, com utilização de água e sabão em intervalos regulares. Caso não seja possível a lavagem das mãos, utilizar imediatamente sanitizante adequado para as mãos, como álcool gel;

8. Mantenha distância segura entre os trabalhadores, considerando as orientações do Ministério da Saúde e as características do ambiente de trabalho;

9. Emita comunicações sobre evitar contatos muito próximos, como abraços, beijos e apertos de mão;

10. Adote medidas para diminuir a intensidade e a duração do contato pessoal entre trabalhadores e entre esses e o público externo;

11. Em lojas que isso seja possível, priorize agendamentos de horários para evitar a aglomeração e para distribuir o fluxo de pessoas;

12. Priorize medidas para distribuir a força de trabalho ao longo do dia, evitando concentrá-la em um turno só;

13. Limpe e desinfete os locais de trabalho e áreas comuns no intervalo entre turnos ou sempre que houver a designação de um trabalhador para ocupar o posto de trabalho de outro;

14. Reforce a limpeza de sanitários e vestiários.

15. Adote procedimentos para, na medida do possível, evitar tocar superfícies com alta frequência de contato, como botões de elevador, maçanetas, corrimãos etc.;


ATENDIMENTO A CLIENTES

1. No caso de delivery, quando for fazer uma entrega, deixe o pedido conforme solicitado pelo seu cliente. É importante verificar as mensagens de orientação das plataformas de app como “por favor, deixe o pedido na porta” ou “toque o interfone e deixe na portaria”;

2. Redobre a atenção e cuidados que estão sendo tomados no manuseio das encomendas com foco em higiene e integridade das embalagens, a fim de agregar valor ao serviço prestado, cativando, fidelizando o cliente e garantindo a segurança do serviço prestado;

3. Na hora do cliente realizar o pagamento, proceda com alguns cuidados:

  • Instale uma barreira de acrílico ou de vidro no caixa, se possível.
  • Cubra a maquininha de cartão com filme plástico e higienize na frente do cliente antes de cada utilização;
  • Demarque no chão as posições da fila para pagamento, estabelecendo o mínimo de 1,5m entre as pessoas;
  • Coloque um dispenser com álcool em gel no caixa para clientes;
  • Trabalhe preferencialmente com pagamento por cartão de crédito ou por aproximação (evitar o uso do dinheiro).


4. Solicite que o cliente use máscara própria ou forneça assim que entrar no estabelecimento;

5. Informe aos clientes que o seu estabelecimento é comprometido com as boas práticas e com a segurança, para que eles se sintam seguros. Treine a equipe para falar sobre as medidas de segurança, utilize cartazes por onde o cliente circular. Também faça comunicação no site e/ou redes sociais.

6. Não realize eventos ou campanhas que estimulem muitas pessoas ao mesmo tempo na loja. Não é o momento de buscar fluxo intenso.

7. Não é momento de oferecer serviços ou cortesias que prolonguem a permanência do cliente na loja ou aumentem a possibilidade de contágio, como áreas infantis, degustação de produtos, café, manobrista etc.

8. Nos canais de comunicação da empresa, oriente sobre horários de funcionamento, medidas de saúde e higiene e procedimentos de segurança que sua loja está adotando.

9. Caso não tenha nenhum canal de comunicação online, verifique o mais adequado para o seu perfil de clientes e comece a utilizar.

10. Ainda não é o momento ideal para liberar o uso de provadores. Os clientes não devem experimentar roupas, acessórios e similares.

11. Considere estabelecer um horário exclusivo para clientes acima de 60 anos, caso seja um público bastante frequente na sua loja.


RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES

1. Receba fornecedores e/ou distribuidores em um local específico, de preferência em local e horário separado do atendimento ao seu público;

2. Todas as recomendações de higiene e saúde devem ser exigidas também de fornecedores e distribuidores;

3. Nos momentos de manuseio de documentos, emissão de recibos ou assinatura de documentos de entrega, utilize luvas ou higienize as mãos na sequência de tais procedimentos;

4. Utilize a máscara nos locais de recebimento de materiais/produtos e exija isso também dos fornecedores;


Fonte: CNDL